1ª morte de criança por síndrome rara associada à Covid-19 é registrada no Brasil

211Visualizações 2020/8/28
0 0 Salvar Denunciar
  • Clique para assistir mais tarde
X
  • Faça o login para usar
X
  • Feedback enviado com sucesso
Anúncio
O Brasil registrou a primeira morte de uma criança com a SIM-P – Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica, que é uma rara enfermidade que está ligada à Covid-19. Segundo a SES – Secretaria Estadual de Saúde do estado de Pernambuco, nesta última segunda-feira, 25 de agosto, informou que já forma registrados nove casos da doença desde o começo da pandemia do novo coronavírus. Dos casos que já foram notificados no estado, sete pacientes já se recuperaram da doença e tiveram alta. No entanto, ainda há um paciente hospitalizado em uma enfermaria, fora a criança que morreu vítima da enfermidade. As duas primeiras situações envolvendo a síndrome foram divulgadas no começo do mês de agosto. Segundo o Ministério da Saúde, os dados mais recentes da SIM-P – Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica, são do dia 8 de agosto, quando o país tinha o registro de 117 crianças e adolescentes, entre as faixas etárias de 7 meses e 16 anos, com o diagnóstico positivo para a enfermidade.
+ Expandir - Retirar
Próximo vídeo
Comentários de usuários

Isenção de responsabilidade:

Este site oprera upload artigos em tempo real. Não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa a opinião pessoal dos redatores e não é a posição deste site. O usuário não deve confiar no conteúdo, mas deve julgar a autenticidade do conteúdo à sua própria.Os redatores têm o direito de escrever artigos neste site.

Como o site está sujeito ao modo de operação "publicação em tempo real", portanto, o sistema não pode verificar todos os artigos a tempo. Se você encontrar um problema, deixe uma mensagem ou entre em contato conosco.

O site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e rejeitar a publicação de qualquer pessoa e também o direito de não excluir o artigo. Nunca escreva linguagem ofensiva, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais. Este site reserva todos os direitos legais.